[INT] DESENHO URBANO

No caso desta escala de abordagem, a partir da bacia hidrográfica como questão central e dinamizadora de novas relações sociais, o desenho urbano vem não para redesenhar toda uma área, mas produzir intervenções pontuais e de caráter público nos espaços não privados da cidade. Vem como uma maneira de fazer a ocupação humana se adequar a paisagem natural modificada.

.produto a ser entregue

-narrativa que expõe as questões a serem abordadas pelo projeto;

-diagramas que indiquem uma relação de causa-consequência entre o diagnóstico e as idéias de projetos;

-diagramas explicativos da proposta, expondo estratégias de projeto;

-implantação geral da área mostrando espaços intervidos tendo em vista a água e o comum,

-definição de materiais;

-planta do sistema de drenagem

-detalhes de áreas específicas que se fizerem necessários

-simulações tridimensionais das mudanças espaciais a ocorrer num plano público e/ou privado.

.formato

-livre

.bibliografias específicas minimas

MASCARÓ, Juan Luís. Desenho urbano e custos de urbanização. Porto Alegre: D.C. Luzzatto Ed., 1989.

DEL RIO, Vicente. Introdução ao Desenho Urbano no processo de Planejamento. São Paulo: Pini, 1990.

GEHL, Jan. Cidades para Pessoas. São Paulo: Perspectiva, 2013.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s